Suite Junior Padre António Vieira
Suite Junior Padre António Vieira

Padre António Vieira

SUITE JUNIOR PADRE ANTÓNIO VIEIRA

{6 de fevereiro de 1608 {Lisboa, Portugal} – 18 de julho de 1697 {Salvador, Bahia, Brasil}}

 

Conheça a nossa Suite Junior Padre António Vieira:

No nosso Torel Palace Porto, boutique hotel no centro do Porto, Padre António Vieira é homenageado num dos nossos quartos de hotel da categoria Suite Junior, com cama double/twin e vista para a piscina.

 

Este quarto está localizado no primeiro piso e foi decorado pela designer Isabel de Sá Nogueira. O quarto está revestido da cor verde escuro, e a casa de banho decorada em mármore. O retrato do autor é da auditoria do pintor Jorge Curval.

Tanto o quarto como a casa de banho são totalmente equipados e adaptados a portadores de deficiência física, uma das características distintas desta Suite.


Suite Junior Padre António Vieira:

*Uma extraordinária categoria de quarto no hotel mais elegante e romântico do Porto.

  • 36 m2;
  • Cama double ou twin;
  • Acessibilidade para pessoas portadoras de deficiência;
  • Vista para a piscina;
  • Máquina de café Nespresso;
  • Minibar;
  • Televisão;
  • WiFi gratuito;
  • Ar-condicionado;
  • Secador de cabelo;
  • Cofre;
  • Ocupação: até duas pessoas.

 

Veja também os restantes quartos da categoria Suite Junior: Júlio Diniz, Antero de Quental, Miguel Torga, Mário de Sá-Carneiro.

Sobre o escritor... 

Padre António Vieira foi um filósofoescritor e orador português e uma dos personagens mais influentes do século XVII a nível político e oratório.

Notável prosador, pregador e o mais conhecido orador religioso português, António Vieira defendeu fortemente os direitos dos povos indígenas, combatendo a sua exploração. Era por eles chamado "Paiaçu" (Grande Padre/Pai, em tupi). António Vieira defendeu também os judeus e a abolição da escravatura.

Chamado de “imperador da língua portuguesa”, por Fernando Pessoa, os seus sermões, inspirados no barroco brasileiro e português, atraiam multidões em Lisboa.

Padre António Vieira escreveu mais de 200 sermões e 700 cartas.

 

Algumas das suas principais obras:

  • Sermão pelo bom sucesso das armas de Portugal contra as de Holanda (1640);
  • Sermão de Santo António aos peixes (1653);
  • Sermão da quinta dominga da quaresma (1654);
  • Sermão da sexagésima (1655).

Os homens, com suas más e perversas cobiças, vêm a ser como os peixes, que se comem uns aos outros (…) e os grandes comem os pequenos.”

- Sermão de Santo António aos peixes, Padre António Vieira.